Lembranças esquecidas para sempre...


Palavras lançadas pelo Vento jamais voltam...





"... e desde então sou porque tu és, e desde então, és, sou e somos, e por amor serei, serás, seremos."

A arvore




 




No céu vê-se as nuvens que anunciam,
O inverno.
Na arvore que ao longe se avista,
Seus ramos estão nus…
O vento tempestuoso arrastou todas as folhas.
Deixando a melancolia, de uma árvore perdida...
Nem as aves conseguem trazer-lhe vida.
Sua alma já partiu,
Deixando um rasto de folhas espalhadas no chão.
Não chores!
Lembra dos lindos dias juntos…
Em que o vento passava suave entre as folhas brilhantes
Como se acariciando,
Dizia: somo um só nesta natureza maravilhosa.
O fim chegou…
Mas ainda assim seremos um só. 

By4evergotik

Só...






Chegou só...
questionou-se onde estaria seu companheiro
Num grito ensurdecedor,
olhou o vazio...

esperava encontrar,
 que já ha muito
Partiu...

4evergotik


O outro lado da alma...










Por entre os vidros,
Vê-se a chuva...

Como ela cai!

Na sua intensidade,
Memorias se acendem...

Almas se encontram.
Caminham perdidas na densa neblina
.
Horas passam, num relógio que não podem ver.

Ali continuam,
Nada mais tem.

Só um obscuro silêncio...

By4evergotik

Memorias vagas...






No teu reflexo escondes  sentimentos.

Olho-te…

Vejo em teu rosto deformado,
O sofrimento.

Escondo a minha luz, para que não vejas  na sombra
Meu  rosto angélico.

Lembras com saudades, quando em teu corpo repousei…
Mas as memorias, já são vagas.

O tempo tem apagado…

By4evergotik